(66) 3212-4700

O ano de 2020 começou pra lá de especial para o adolescente Jeferson Ruan da Silva Conceição, de 15 anos. Ele acaba de passar por uma cirurgia ortopédica sem custo algum graças a um projeto social desenvolvido pelo Hospital 13 de Maio – com o apoio do corpo clínico – que atende crianças e adolescentes carentes.

Beneficiado com meia bolsa numa escolinha de futebol, o garoto que é lateral-esquerdo e ponta-esquerda sonha se tornar jogador profissional. No início do ano passado, ele machucou o joelho direito durante uma partida e desde então estava na fila do SUS aguardando pela cirurgia.


O procedimento para reconstruir o ligamento lesionado foi realizado pelo ortopedista Dr. Massimo Gurgel com a participação do anestesiologista Dr. Igor Haddad, da instrumentadora Suzana Lino França e suporte de Fabiele de Souza.

A cirurgia foi feita de maneira artroscópica, pois é menos invasiva e realizada por pequenos cortes. Por ser menos invasiva, a técnica tem vantagens como menos dores, menor tempo no hospital e também de recuperação.

Segundo o médico, o pós-operatório é composto por várias etapas, incluindo fisioterapia e atividade física. No caso do Jeferson, o retorno ao futebol se dará entre 6 e 9 meses.

Bastante emocionada, a mãe do garoto, Celina da Conceição, que trabalha como salgadeira, conta que não esperava ver o filho sendo operado tão rápido. “Na rede pública sabemos que demora anos e como a nossa renda familiar é baixa, não teríamos como pagar por essa cirurgia que custa mais de 20 mil reais. Parece que estamos vivendo um sonho. Meu filho foi muito abençoado”, comemora.

Por sua boa atuação em campo, Jeferson já chamava a atenção de olheiros quando ficou lesionado. Vendo o sofrimento do filho, Celina conta que ficava angustiada. “Me batia um desespero porque é o futuro dele. Mas graças a Deus o hospital tem esse projeto e nós só temos a agradecer aos médicos e a toda direção por esse tratamento maravilhoso”, completa.


Enquanto aguarda para retornar aos gramados, Jeferson tem como foco a recuperação. “Quero fazer tudo direitinho, seguir as recomendações médicas para voltar e dar o melhor de mim para entrar na equipe sub 17”, planeja.

PROJETO SOCIAL – Para os médicos Dr. Massimo e Dr. Igor, participar dessa iniciativa é uma forma de colaborar com a sociedade por meio do conhecimento, da experiência e do tempo disponibilizado. “Toda a equipe está de parabéns e espero sempre contar com todos para estar ajudando mais pessoas”, frisou Massimo.

“Para nós é muito satisfatório poder participar dessa ação. No caso do Jeferson, esperamos que ele se torne um grande atleta e leve o nome de Sorriso Brasil afora”, finalizou.

Ângela Gimenez

Ângela Gimenez

Jornalista

Ângela é formada em jornalismo, atua como assessora de imprensa para órgãos públicos e privados. Também é cerimonialista e apresentadora de TV. Atualmente apresenta o Programa Evidência, na Record TV, em Sorriso.

Share This