(66) 3212-4700

Projeto social beneficia viúva de ex-funcionário do H13 com cesárea e laqueadura.

Uma mistura de sentimentos tomou conta de mim quando vi o rostinho do Mariano, conta a dona de casa Ivonete Veloso dos Santos, 40 anos.  Nessa quinta-feira, dia 12, ela deu à luz Mariano José de Araújo Neto, mesmo nome do pai que foi funcionário do Hospital 13 de Maio e que morreu em outubro do ano passado. “Dois dias antes do Chá Revelação ele foi vítima de um acidente de moto. Deixou-nos sem saber o sexo do nosso filho”, lamenta. Mariano nasceu saudável, de 38 semanas. O parto cesáreo foi conduzido pela obstetra Dra. Maria Cristina Feitoza com o apoio da obstetra Dra. Cassiane Cândido. Participaram ainda a pediatra Dra. Flayane Calil e o anestesiologista Dr. Igor Haddad. “Não ter o Mariano aqui para viver esse momento ao meu lado foi muito doloroso. Ele sonhava com esse dia desde que soube que eu estava grávida”, relata com os olhos marejados. Tanto o parto quanto à laqueadura foram feitos de forma gratuita à paciente, que mora no bairro Santa Maria I. A iniciativa partiu da diretora do Hospital, Eliane Frescura, que ficou sensibilizada com a história da família. “Esses procedimentos foram uma cortesia da direção do hospital e do corpo clínico como forma de agradecer ao Mariano por sua dedicação ao 13 de Maio enquanto foi nosso colaborador”, explica. Para a Dra. Maria Cristina, fazer parte dessa ação social foi muito gratificante. “Ficamos contentes em poder colaborar com nosso conhecimento, nosso tempo. Desejamos que o bebê cresça com muita saúde”, frisa.HISTÓRIA – O bebê é o quarto filho de Ivonete e o primeiro de Mariano. Com as filhas criadas, ela nem esperava passar por uma nova gestação até conhecer o pai do neném. “Como ele queria muito ser pai, decidi engravidar novamente”, narra.
Ivonete conta que ser agraciada com os dois procedimentos cirúrgicos foi uma grande surpresa. “Fiquei muito emocionada. Isso demonstra o quanto o Mariano era querido por todos. Só tenho a agradecer a todos: a direção, os médicos e toda equipe envolvida”.
Segundo ela, está sendo muito difícil superar a perda do companheiro, mas acredita que a chegada do Mariano trará um novo sentido à sua vida. “Espero não precisar mais tomar medicamentos e poder me dedicar ao máximo ao meu filhinho. Quero que ele cresça seguindo os exemplos que o pai dele deixou, sendo uma pessoa do bem e amada por todos”, finaliza.

Share This